Guia do Viajante

Expectativas pré-viagem!

10 de setembro de 2018

Você aí, que já viajou, precisou lidar com a expectativa e a realidade da viagem?

O post de hoje é exatamente sobre isso. Por enquanto, vamos falar apenas da primeira parte: expectativas e preparatórios. As passagens estão compradas, o hotel está reservado e chega a hora de começar a planejar os passeios para cada dia da viagem.

Como lidar com tanta informação sem se perder nas ideias e na duração da próxima aventura?

Em primeiro lugar, acho que o mais importante é ter em mente com quem você irá passar esses tão esperados dias. Namorado/a? Amigos e amigas? Familiares? Com a sua própria companhia? Quais são as expectativas de cada um? Isso faz diferença porque na hora de fazer uma programação passeios + compras + horas de sono, por exemplo, as pessoas envolvidas têm desejos e preguiças diferentes. O ideal é agradar a todos, pelo menos um pouquinho, e aproveitar ao máximo o tempo de férias.

Ok, resolvido isso, tem aquele momento que a maioria não curte: decidir o quê colocar ou não na mala. Estou há dias pensando na quantidade de informações disponíveis em blogs de viagem, redes sociais e sites infinitos. Hoje, finalmente, caiu a ficha de que é raro alguém nos lembrar de pegar remédios. Não falo daqueles medicamentos de alguém que os toma todos os dias, mas aqueles como antialérgicos, anti-náuseas, anti-dores, etc. Pense em algumas as dores, alergias ou reações que você sente quando algo diferente acontece e se previna para a próxima viagem =)

Além disso, produtos de higiene pessoal são valiosos quando estamos fora de casa. Parece besteira, mas não seria errado dizer que nem todos os lugares têm os produtos aos quais estamos acostumados. Pode até ser fácil encontrá-los, dependendo do destino, mas eu não arriscaria. Desodorante, sabonete, shampoo, creme dental e lencinhos umedecidos são apenas sugestões do que pode faltar ou não ser encontrado em uma ocasião dessas. Apesar das expectativas de compras, nem tudo o que você deseja será de fácil acesso.

Para os amantes da leitura, não custa nada levar um livro (leve e curtinho, de preferência)… vai que sobra um tempinho à noite ou entre um passeio e outro! Se não quiser carregar papel, já demos a dica do app Kindle ou do próprio leitor digital. Estar de férias é cuidar de si e quem ama ler sabe bem como é a sensação de ter tempo para apreciar um livro. Bom proveito! Há também os amantes de fotos. Sei que hoje é muito mais fácil tirar fotos com o celular, mas vale a pena investir em uma câmera legal para recordar o que foi vivido. Se você ainda não tem uma e gostaria de ter, essa é a oportunidade perfeita para fazer um investimento um pouquinho maior e adquirir a sua! Você pode comprar uma Polaroid/Instax apenas para aqueles momentos mais esperados da viagem e revelar a sua foto na hora ou uma câmera digital simples mas nem tanto, como as Mirrorless, que são câmeras semi-profissionais levinhas e práticas para viajar e que fazem fotos lindas!

Remédios, produtos, e agora as roupas! Sabe aquele pensamento “dessa vez vou levar somente o necessário”? Ele costuma falhar. Já melhorei muito nos últimos anos mas ainda me deixo levar pelo medo de faltar a blusa que eu mais gosto ou o sapato que combina com essa roupa específica aqui que vou levar. E é nesse pensamento que reside o problema: a gente não viaja para usar nossa blusa preferida em outro lugar! Muito menos para combinar um sapato com uma roupa específica! Talvez seja legal comprar uma (quem sabe mais) blusa/calça/meia-nova-favorita e ter essa recordação da viagem. Pode ser que você se disponha a se desapegar um pouco e a não precisar combinar cada peça do seu vestuário… E pode ser que levar um sapato que não combine com nada seja uma péssima ideia. Lavar as roupas na casa/hotel em que estiver hospedado é uma ótima saída também. Leve em conta o propósito da viagem e selecione peças curingas e úteis, considerando a época e a previsão do tempo.

Dito isso, chegou o momento de organizar passeios e lugares que você e/ou sua turma querem visitar. Converse, peça dicas, recolha sugestões e anote o que for do seu interesse. Certamente não vai sair como o planejado, mas saber por onde começar e o que você mais quer ver ajuda muito. É legal fazer uma lista das coisas que cada viajante quer mais fazer. Dessa forma, você vai acabar conhecendo algo que talvez não queria tanto (e que pode vir a ser uma surpresa mais do que agradável) ou se decepcionar com uma atração mega esperada (esses eventos acabam se tornando histórias engraçadas na maioria das vezes). Anote os lugares de que mais gostou para poder recomendar aos amigos e guardar todas as lembranças possíveis (tipo o gosto do café ou dinheiro mais bem investido).

Existem diversos apps e ferramentas para ajudar na seleção de destinos, passagens, passeios, restaurantes e nas dicas de organização e planejamento de viagem. Eles foram lindamente resumidos no post anterior pela Buba. Confere aí: http://blogdasbrunas.com.br/pt/guia-do-viajante/38-aplicativos-para-planejar-sua-viagem/

Uma última sugestão: faça um diário de bordo pelo menos uma vez na vida. Eu tenho 3 e eles são as recordações mais incríveis que já fiz. Você pode comprar um caderno com arte local ou levar de casa. Cole ingressos, panfletos, menus, fotos e afins e escreva como foi o dia, o que você sentiu e quais lugares foram seus favoritos.

Em breve teremos viagens e posts novos para contar como foram nossas experiências, envolvendo expectativas e realidades. Não se esqueça de curtir, comentar, compartilhar e enviar dicas! Até a próxima!

Você também pode gostar de…

Sem comentários

Deixe o seu comentário

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com